Dicas

Trip Tips: Deserto do Atacama

Se você acompanha o Blog a um tempo você sabe que uma das minhas maiores paixões é conhecer lugares novos, viajar, aprender sobre novas culturas. Se você é um leitor recente então agora estou te contando!

Viajar é uma das minhas paixões, e quanto mais diferente o lugar, mais tenho vontade de ir. Neste carnaval deixei a folia de lado (algo raríssimo) e aproveitei o feriado prolongado pra ir conhecer um dos lugares que já constavam na minha wishlist a tempos, o Deserto do Atacama.

Já tinha ouvido falar que era um lugar bem diferente e que seria uma viagem atípica ir para lá, mas confesso que me surpreendi com a variedade de lugares diferentes e incríveis que ficam em um só lugar.

O deserto se concentra no norte do Chile e se estende por 1.000km até a fronteira com o Peru. É considerado o deserto mais alto e seco do mundo. Com pouquíssima chuva durante o ano e com temperaturas que variam entre 0 °C à noite a 40 °C durante o dia, possui poucas cidades e vilas – a sua mais famosa que foi a que ficamos é San Pedro de Atacama. Para chegar até lá é necessário pegar um voo até Santiago, e de lá um voo até Calama. Em Calama você pode pegar um transfer ou alugar um carro e andar 100km até San Pedro.

San Pedro de Atacama

San Pedro é uma mini e curiosa cidade de onde saem diversos passeios aos mais diferentes lugares do deserto. Com todas as suas casas feitas em Adobe tem um visual bem característico onde andando pelas ruas de terra você tem de plano de fundo incríveis vulcões, a Cordilheira dos Andes e a noite o céu mais estrelado e lindo que já vi na vida.

Passeios

São diversas opções de passeios, desde viagens de 3 dias à Bolívia conhecer o maior salar do mundo há passeios de 1h ao Valle de La Luna. Vou comentar com vocês os passeios que eu fui e posso dizer com conhecimento próprio sobre cada um. Uma das coisas mais importantes da sua viagem vai ser a escolha da agência com a qual você fará os passeios. Antes de ir eu orcei com várias e fechei a maioria dos passeios com a Ayllu, os preços ficaram um pouco mais salgados mas como fui com meus pais decidimos prezar pela facilidade e conforto. Clique aqui para acessar o site deles. Outras agências que me recomendaram e fiquei na dúvida foram a Sorbac aqui, e a Retur aqui. Cada agência tem uma pegada e um estilo e no geral todas oferecem mais ou menos os mesmos passeios. Fique atento que os valores cobrados pelas agências não incluem a taxa de acesso aos parques e locais que você for com eles visitar, estes valores são cobrados na hora em espécie – somente peso chileno. Destas três agências que mencionei acima todas fazem os passeios com guias que falam ou entendem muito bem português, todas incluem refeições durante os passeios – que é uma das coisas mais legais você tomar café ou almoçar no meio do deserto – e muito conhecimento do local. É possível também alugar um carro e fazer a maioria dos passeios por conta, fica bem mais barato.

Valle de La Luna

Altitude: 2.600m  |  Levar: água, sapato de trekking, óculos de sol  |  Valor da entrada: $3.000 pesos chilenos

É famoso por ser o “cartão postal” do deserto do Atacama e por ter servido de cenário para vários filmes que se passam em outros planetas, como Star Wars e Interestelar. Dentro do vale que fica localizado a Caverna de Sal, A Duna Maior, a formação rochosa Três Marias e o Valle de la Muerte. É imprescindível fazer este passeio no final do dia e observar um dos por do sol mais lindos do planeta na Pedra do Coyote.

Astronômico

Altitude: 2.500m  |  Levar: roupa de frio  |

Este é um dos passeios mais especiais que só o Deserto do Atacama pode te proporcionar. Por suas características climáticas e geográficas o céu do Atacama é um dos melhores lugares para se observar as estrelas, a Via Láctea e outros planetas a olho nu. Diversas agências oferecem um passeio especial onde especialistas no assunto explicam cada uma das principais estrelas, constelações e outras curiosidades. Alguns locais disponibilizam diferentes telescópios para observar detalhes. Este passeio fechamos com uma agência especializada nele, mas a mais famosa e recomendada é a Space – aqui – que queríamos fazer mas não haviam mais vagas. Este passeio em particular eu recomendo que seja reservado com antecedência.

 

Laguna Cejar, Ojos del Salar e Laguna Tebinquiche

Altitude: 2.500m  |  Levar: água, roupa de banho, toalha, óculos de sol, protetor solar e jaqueta corta vento |  Valor da entrada: $15.000 pesos chilenos

Coloquei todos estes passeios juntos pois são todos bem próximos, ficam todos no Salar do Atacama. A primeira parada é a Laguna Cejar, que é uma grande lagoa com alta concentração de sal na água na qual você boia com muita facilidade, lá existe uma estrutura com chuveiros, vestiários e banheiros. Em seguida é possível ver os Ojos del Salar que são dois poços de água doce bem profundos mas que tem uma água bem clarinha e uma bela vista da Cordilheira dos Andes, e por fim visitar a Laguna Tebinquiche que tem um belíssimo por do sol, em nosso passeio fiquemos um lanche lá onde aprendemos a fazer o famoso Pisco Sour enquanto víamos o por do sol com os flamingos na lagoa. Bem especial!

Ojos del Salar

 

Geysers El Tatio

Altitude: 4.320m  |  Levar: água, toalha, roupa de banho, óculos de sol, protetor solar, luva, cachecol e casaco  |  Valor da entrada: $7.000 pesos chilenos

Um dos passeios mais diferentes e provavelmente o mais frio! Por se tratar de um lugar que fica um pouco mais longe de San Pedro e pelo funcionamento dos Geysers é necessário sair bem cedo, umas 5h, 5h30, para poder aproveitar o dia bem. Antes de o sol nascer as temperaturas no local são em torno de -15º e as grandes colunas de vapor que saem dos buracos estão bem visíveis. No lugar você pode observar e entender como eles funcionam e suas particularidades. A vista no local também é fantástica com diversos vulcões ao fundo e algumas Vicunhas (um primo mais magrinho da Lhama). Lá também é possível nadar em uma piscina termal em que a água está a 30º. No percurso de volta belíssimas e diversas paisagens.

 

Lagunas Baltinache

Altitude: 2.600m  |  Levar: água, roupa de banho, toalha, óculos de sol, protetor solar, sapato fechado  |  Valor da entrada: $5.000 pesos chilenos

A 20 minutos de San Pedro são um dos passeios mais novos disponíveis aos turistas. É um complexo de 7 lindas lagoas feitas de sal com água azul turquesa. Entre as lagoas é possível andar pelo salar e ver o quão incrível a mistura de sal no deserto pode se tornar. É possível entrar em duas das lagoas e ver como é boiar em água com altíssima concentração de sal, uma experiência muito legal!

 

Ônibus do Deserto

Altitude: 2.500m  |  Levar: água, óculos de sol, jaqueta corta vento  |

É um antigo ônibus abandonado em uma parte do Valle de La Luna. Com a nossa agência fomos junto com o passeio em que fomos na Lagunas Baltinache e tomamos café da manhã no local. É o passeio em que você mais se sente dentro de um deserto, vale muito a pena. Durante nosso passeio conhecemos alguns brasileiros que estavam acampando próximo ao ônibus, segundo eles é uma experiência incrível uma vez que você pode observar a noite um dos céus mais limpos e lindos que existem.

 

Vulcão Cerro Toco

Altitude: 5.640m  |  Levar: água, capacete, protetor solar, oxigênio, calçado e calça de trekking, gatorade, chocolate, luvas, duas meias, cachecol |

Este passeio é para quem gosta de atividades mais ativas e de aventura. O vulcão Cerro Toco fica a 60km de San Pedro e atualmente esta inativo. O passeio consiste em subir até o topo do vulcão e ter provavelmente a vista mais linda de todo o deserto. É extremamente recomendável fazer este passei com um guia que já conheça o percurso e possa te acompanhar. Fiz somente eu e a minha irmã e foi sensacional, somos nós duas nas fotos a baixo. Foi nosso primeiro trekking, levamos 3h30 para subir e 40min para descer, como fomos no verão pegamos pedra, areia e neve em determinadas partes da subida e a temperatura varia de -15º a 32º no verão.

Subida e topo do vulcão El Toco
Subida e topo do vulcão El Toco

Hospedagem

Existem de todos os preços, gostos, exigências. A grande maioria das pessoas que costumam ir até lá são jovens mais aventureiros, por isso a oferta de hostels e hotéis mais em conta é grande, muitas opções disponíveis pelo Booking.com e pelo Airbnb. Por outro lado a experiência pode ser bem luxuosa se o seu bolso permitir, com hotéis all inclusive, inclusive o famoso Tierra Atacama que já foi cenário de um dos filmes do James Bond.

Como decidimos ir em cima da hora ficamos com pouquíssimas opções de estadia e ficamos no exótico Ckamur Atacama Ethno Lodge e Spa, que é um hotel sustentável formado por 5 cabanas no estilo local, feitas de pedra, palha e terra, foi uma experiência bem legal! O hotel ficava um pouco mais afastado da Rua Caracoles – a principal da cidade no centro – o que nos dificultou um pouco.

Alimentação

Provavelmente o único ponto fraco da cidade. No Atacama se come mal por muito. No geral a comida é cara e a culinária local bem fraca. Se você é carnívoro não se anime e nem se arrisque, deixe para matar a vontade de carne vermelha na volta para o Brasil. Testamos alguns restaurantes e no geral gostamos de dois o ADOBE, que tem um cardápio variado de cozinha internacional e está sempre cheio. O segundo é um restaurante com menu degustação para quem tem um paladar sem frescuras e curiosidade para experimentar a culinária indígena pelos olhos de um chef. O Restaurante Baltinache tem um menu fechado com duas opções para cada prato e deve ser reservado com antecedência.

No fim, ir até o Deserto do Atacama foi uma surpresa muito boa e diferente. É uma viagem para quem gosta de natureza e ver incríveis paisagens. Não é uma viagem para quem não gosta de se mexer ou quer descansar.

E você, já foi para lá ou tem vontade? Conte pra gente!

Thábata

Uma curitibana e típica pisciana que adora filmes, séries, cultura, viagens e tudo de mais incrível, curioso e diferente que o mundo tem para mostrar! Meu propósito de vida é deixar o mundo um lugar mais leve para que as pessoas possam se amar mais, rir mais, relaxar mais e buscar a felicidade! Sempre gostei de escrever e de poder compartilhar meus pensamentos com outras pessoas e encontrei nos meus textos e no meu blog o lugar perfeito para isto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.