Cinema,  Curiosidades,  Dicas

10 filmes para mulheres

 

Não foi muito justo eu ter feito uma lista somente para os homens, então, mulheres que vão ficar no final de semana em casa, que tomaram um fora, que descobrem uma desgraça em sua vida, que amam e não são amadas, que sonham com o príncipe encantado, que querem uma carreira de sucesso ou simplesmente são mulheres esta é a lista dos 10 filmes que toda mulher deve assistir antes de morrer.

Desta vez o foco é diferente, a maioria dos filmes que escolhi não foram só por serem bons, mas por todos nos darem uma lição de vida, ou simplesmente algo no qual pensar…

 

1 – The Notebook (Diário de uma Paixão – 2004 com Rachel McAdams, Ryan Gosling, James Garner e Jena Rowlands).

Sinopse: O filme começa em um asilo, aonde um gentil senhor se propõe a contar a outra paciente com problemas de memória, uma bela história de dois jovens de classes diferentes. Na história o casal Noah (Ryan Gosling) e Allie (Rachel McAdams) se conhecem em um verão e se apaixonam mas logo são separados pela guerra e pelo preconceito de seus pais, porém no futuro eles se reencontram.

Por que devo assistir? Primeiro é meu filme favorito, eu romântica incorrigível que acredito em almas gêmeas amei. Mas não só por isso. Baseado no livro do famoso escritor Nicholas Sparks, o filme mostra como o amor pode estar a cima de tudo, e como as coincidências do destino são certas por linhas tortas.

Curiosidade: O casal do filme, Gosling e McAdams namoraram por três anos após as filmagens.

 

2 – Pride and Prejudice (Orgulho e Preconceito – 2005 com Keira Knightley, Talulah Riley, Rosamund Pike e Carey Mulligan).

Sinopse: O filme se passa em 1797 na Inglaterra. Uma mãe tem fixação por casar as cinco filhas com maridos que garantam seus futuros. Porém, uma de suas filhas, Elizabeth (Keira Knightley), quer mais do que apenas se dedicar ao marido, sendo apoiada pelo pai. Quando um solteiro rico, passa a morar em uma mansão vizinha, as irmãs logo ficam agitadas. Uma das irmãs parece que conquistará o coração do novo vizinho, enquanto que Elizabeth conhece o bonito e esnobe Sr. Darcy (Matthew Macfadyen). Os encontros entre Elizabeth e Darcy passam a ser cada vez mais constantes, apesar deles sempre discutirem.

Por que devo assistir? O filme mostra como as mulheres podem ter personalidade e vontade própria, independente do que a sociedade impõe. É uma história de um livro da escritora Jane Austen escrito em 1700, um tempo em que as mulheres eram educadas a bordar e tocar piano.

Curiosidade: As versões americana e inglesa de Orgulho e Preconceito possuem finais diferentes.

 

3 – Thelma & Louise (Thelma e Louise – 1991 com Susan Sarandon, Geena Davis, Harvey Keitel e Michael Madsen).

Sinopse: Cansadas da vida monótona que levam, duas amigas, uma garçonete quarentona (Susan Sarandon) e uma jovem dona-de-casa (Geena Davis) resolvem deixar tudo para trás e aproveitar ao máximo um fim de semana. No caminho se envolvem em encrencas e acabam sendo perseguidas pela polícia.

Por que devo assistir? Por que o filme é um clássico sobre amizade, é divertido e cativante. Outro bom motivo é a cena de Brad Pitt sem camisa (quando ele era mais novo e mais lindo).

Curiosidade: Foram utilizados cinco exemplares do automóvel Thunderbird 1966 (o da foto!), utilizado durante o filme por Thelma e Louise. Um oficial, um reserva, um carro modificado especialmente para a câmera, e dois para fazer as cenas de efeitos.

 

4 – It’s Complicaded (Simplesmente Complicado – 2009 com Meryl Streep, Steve Martin e Alec Baldwin).

Sinopse: Jane (Meryl Streep) é mãe de três filhos que mantém uma relação amigável com  seu ex-marido, Jake (Alec Baldwin),de quem se separou há dez anos. Quando eles se encontram para a formatura de um dos filhos, fora da cidade, surge um clima e eles passam a ter um caso. Só que Jake é agora casado com a responsável pelo divórcio de dez anos, o que faz com que Jane torne-se sua amante. Paralelamente, Adam (Steve Martin) entra na vida de Jane. Ele é um arquiteto contratado para remodelar a cozinha da casa de Jane e, aos poucos, se apaixona por ela.

Por que devo assistir? Por que é hilário! Uma das melhores comédias que já assisti. O filme fala de traição, e do poder da mulher que um dia foi a traída agora se tornar a amante. A panificadora de Streep no filme é dos sonhos, a cena em que Steve Martin e ela fumam maconha é uma das cenas mais engraçadas que já vi no cinema (atenção para o genro deles, ele é sensacional). O legal do filme é que ele mostra que mesmo querendo nos vingar de uma pessoa, as pessoas certas e puras sabem o que não é certo, e que não importa a idade, sempre temos uma segunda chance para o amor.

Curiosidade: A atriz Meryl Streep já foi indicada 17 vezes ao Oscar, mas não por este filme, que considero uma das melhores atuações dela.

 

5 – Mi Vida Sin Mi (Minha Vida sem Mim – 2003 com Sarah Polley, Scott Speedman e Deborah Harry).

Sinopse: Com 23 anos, Ann (Sarah Polley) é mãe de duas garotinhas e casada com um homem que constrói piscinas. Ela trabalha todas as noites na limpeza de uma universidade, onde nunca terá condições de estudar, e mora com sua família em um trailer, que fica no quintal da casa da sua mãe. Após passar mal, Ann descobre que tem câncer nos ovários e terá no máximo três meses de vida. Sem contar a ninguém seu problema e dizendo que está com anemia, Ann faz uma lista de tudo que sempre quis fazer, mas nunca teve tempo ou oportunidade. Ela começa uma trajetória imaginando como será a vida sem ela.

Por que devo assistir? Por que o filme mostra a força de uma mulher em esconder uma doença e ao mesmo tempo se preocupar em planejar a vida das pessoas que ama, sem ela estar por perto. É uma grande lição de vida, um drama que toca quem assiste.

Curiosidade: 1º de 2 filmes em que a diretora Isabel Coixet e a atriz Sarah Polley trabalham juntas.

 

6 – My Sister’s Keeper (Uma Prova de Amor – 2009 com Abigail Breslin, Cameron Diaz e Sofia Vassilieva).

Sinopse: Sara (Cameron Diaz) e Brian Fitzgerald (Jason Patric) são informados que sua filha tem leucemia e possui poucos anos de vida. O médico sugere aos pais que tentem gerar um filho de proveta que seja um doador compatível com Kate. Dispostos a tudo para salvar a filha, eles aceitam a proposta. Assim nasce Anna (Abigail Breslin), que logo ao nascer doa sangue de seu cordão umbilical para a irmã. Anos depois, os médicos decidem fazer um transplante de medula usando Anna de doadora. Ao atingir 11 anos, Anna precisa doar um rim para a irmã. Cansada dos procedimentos médicos aos quais é submetida, ela decide enfrentar os pais e lutar na justiça para que tenha direito a decidir o que fazer com seu corpo.

Por que devo assistir? Mostra a união da família. A preocupação da mãe em manter um filho vivo, não importa como, sem ao menos saber se é o que ele quer. É belíssimo, tem uma relação muito bonita entre as duas irmãs. Prepare-se para chorar.

Curiosidade: Sofia Vassilieva raspou todo o cabelo e as sobrancelhas para interpretar Kate Fitzgerald.

 

7 – Notting Hill (Um Lugar Chamado Notting Hill – 1999 com Julia Roberts, Hugh Grant, Richard McCabe e Rhys Ifans).

Sinopse: Will (Hugh Grant), um tranquilo dono de livraria especializada em livros de viagem, recebe a inesperada visita de uma cliente especial: a estrela de cinema americana Anna Scott (Julia Roberts). Dois ou três encontros fortuitos mais tarde, Will e Anna iniciam um relacionamento engraçado e cheio de idas e vindas.

Por que devo assistir? Por que é lindo, engraçado, triste, emocionante. Mostra que não podemos deixar de sonhar, vai que um dia cruzamos com uma pessoa fantástica na rua e por mais impossível que o romance seja ele pode dar certo. A famosa (e linda!) frase do filme: “I’m just a girl, standing in front of a boy, asking him to love her”. Sem falar da trilha sonora lindíssima e a atuação do companheiro de casa de Grant que é muito engraçada.

Curiosidade: – No filme, Anna Scott diz que recebeu 15 milhões de dólares pelo seu último papel no cinema. Foi exatamente esta a quantia recebida por Julia Roberts para estrelar este filme. / Devido ao seu enorme sucesso, a porta azul da casa onde morava Hugh Grant foi retirada pelos donos e enviada para um leilão de artefatos ligados a filmes famosos. Depois da estréia, várias pessoas iam até a casa só para bater na porta ou tocá-la, e conhecer a casa que serviu de locação para o filme.

 

8 – Meet Joe Black (Encontro Marcado – 1998 com Brad Pitt, Anthony Hopkins, Claire Forlani e Jake Weber).

Sinopse: Uma médica residente (Claire Forlani), conhece em um café um recém-chegado a cidade (Brad Pitt). Eles se sentem atraídos, mas logo após se despedirem ele morre em um acidente. Em seguida, a própria “Morte” decide utilizar o corpo desta vítima. Ao conhecer a pessoa que deve levar consigo (Anthony Hopkins), a “Morte” propõe retardar esta partida se o milionário tornar estas “férias” interessantes e instrutivas para conhecer como é a vida de um humano. Ironicamente, a filha do magnata é a jovem médica que tinha se sentido atraída pelo dono do corpo no início da história. Seria impossível para ela imaginar que estava diante da “Morte”, que apenas utilizava naquele momento aquele corpo, mas outra coisa inimaginável também acontece: a Morte se apaixona pela filha do milionário.

Por que devo assistir? Por que é lindo, Brad Pitt faz um papel de “novo no mundo perdido” muito fofo, a história é belíssima. O filme não se tornou um recorde de bilheteria, mas é um clássico nos romances.

Curiosidade: Encontro Marcado é a refilmagem de Uma Sombra Que Passa, de 1934.

 

9 – Erin Bronckovich (Erin Bronckovich – Uma Mulher de Talento – 2000 com Julia Roberts, Albert Finney e Aaron Eckhart).

Sinopse: Erin (Julia Roberts) é uma advogada de um pequenos escritório e mãe de três filhos. Quando descobre que a água de uma cidade no deserto está sendo contaminada e espalhando doenças entre seus habitantes, convence seu chefe a deixá-la investigar o caso. A partir de então, utilizando-se de todas as suas qualidades naturais, desde a fala macia e convincente até seus atributos físicos, consegue convencer os cidadãos da cidade a cooperarem com ela, fazendo com que tenha em mãos um processo de 333 milhões de dólares.

Por que devo assistir? Por que é um filme que mostra como as mulheres podem fazer o que quiserem, e quem sabe mais do que os homens se usarem seu jeitinho. É baseado em uma história real.

Curiosidade: Dos 50 milhões de dólares gastos nos filme, 20 milhões foram para o cachê de Julia Roberts.

 

10 – Alfie (Alfie – O Sedutor – 2004 com Jude Law, Kate Moss, Marisa Tomei e Omar Epps).

Sinopse: Alfie (Jude Law) é um mulherengo, que possui uma extraordinária facilidade em pular de cama em cama. Charmoso, ele possui uma legião de conquistas em sua vida amorosa, que as utiliza quando necessário, fazendo muitas mulheres sofrerem. Porém, quando uma das mulheres com quem se relaciona lhe diz que está grávida, ele passa a enfrentar dilemas morais sobre seu modo de vida.

Por que devo assistir? É a prova de que “A vingança vem a cavalo”, fala de escolhas feitas na vida e como, quem sabe, algum dia aquele cara que te fez sofrer vai pagar de alguma maneira.

Curiosidade: As filmagens de Alfie – O Sedutor foram realizadas nas cidades de Manchester e Liverpool, na Inglaterra. Como o filme se passa em Nova York, cerca de US$ 350 mil foram gastos para repavimentar as ruas de Liverpool de forma que elas se parecessem com as de Nova York. Tudo foi retirado depois das filmagens.

 

E então meninas, vamos correr pra locadora?

Beijos

Thábata

ps. Muitas informações retiradas do site Adoro Cinema AQUI.

Uma curitibana e típica pisciana que adora filmes, séries, cultura, viagens e tudo de mais incrível, curioso e diferente que o mundo tem para mostrar! Meu propósito de vida é deixar o mundo um lugar mais leve para que as pessoas possam se amar mais, rir mais, relaxar mais e buscar a felicidade! Sempre gostei de escrever e de poder compartilhar meus pensamentos com outras pessoas e encontrei nos meus textos e no meu blog o lugar perfeito para isto.

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.