Cinema,  Dicas,  Pessoas

Carolina Pessoa

Eu decidi mais uma vez falar de uma pessoa que admiro e conheço de perto o trabalho. Como falei do Gus Benke , decidi falar de mais uma fotógrafa, a Carolina Pessoa. A Carol nasceu em Santa Catarina, em Jaraguá do Sul. A publicitária de formação agora faz um curso de Fotografia e Imagem em Movimento.

O trabalho da Carol me chamou a atenção quando comecei a ver os Books que ela fazia de várias meninas e casais e as fotos ficavam muito lindas, e decidi fazer um também. Ela é muito querida, entende muito do assunto, e sabe como te deixar a vontade na frente da câmera.

O Something New fez uma entrevista com ela:

S.N. – Quando descobriu que queria ser fotógrafa?

CAROL – Sempre gostei de fotografia, mas nunca pensei em trabalhar com isso. Há sete anos atrás, quando comecei a cursar a faculdade de Publicidade e Propaganda, tivemos diversas aulas de Photoshop e durante todo este período de descoberta dos “milagres” do software, comecei a me interessar e a fotografar com uma máquina nada profissional. De início retratei as pessoas da minha família e algumas amigas. Foi aí que a coisa começou a fluir. Outras viram e se interessaram e assim por diante. Quando percebi que a procura começou a ficar maior, comprei uma máquina semi-profissional. O detalhe mais engraçado é que eu fazia de tudo um pouco, maquiagem, cabelo, figurino e direção. Cheguei a cobrar R$ 50,00 para os gastos básicos, rs. Não tinha coragem de cobrar, pois não me considerava uma real fotógrafa. Depois disso, no ano seguinte, fiz um curso anual em uma grande escola de fotografia em Curitiba, e aí sim tive o diploma de fotógrafa. Mas mesmo assim, meu grande salto profissional foi quando fui convidada pelo renomado fotógrafo e professor Brasilio Wille a trabalhar em seu estúdio como parceira. Participei de diversos cursos com ele e hoje eu dedico grande parte de tudo o que aprendi a este grande homem. Sempre acreditou em mim e sempre afirmou com muita categoria que eu tinha talento e que deveria lapidá-lo. Recebi diversos puxões de orelha e escutei diversas vezes que eu tinha “cabeça de funcionária”. Como cresci com isso! Hoje eu tenho uma empresa aberta e trabalho com fotografia de moda, publicidade e books. Amo o que faço e agradeço a Deus por ter colocado o Brasilio em minha vida.

S.N. – Qual foi a primeira pessoa que fotografou?

CAROL – Minha irmã. Como nossa mãe é Designer de moda, aproveitamos e fizemos a produção. Utilizei um grande estúdio chamado “corredor de casa” e fotografamos numa parede branca, com um espaço pequeno e com uma máquina do tamanho da minha mão e nada profissional. Nem sabia, mas estava fazendo meu primeiro marketing pessoal. As fotos ficaram muito legais e até hoje escuto comentários e elogios.

S.N. – Fotógrafo que mais admira?

CAROL – Brasilio Wille. Não só como profissional, mas como ser humano. Sou, também, uma grande amante do trabalho do grande fotógrafo Bob Wolfenson. Meu objetivo é chegar lá, rs.

S.N. – O que é fotografia para você?

CAROL – Minha maior paixão é o ser humano. Acho fantástico fotografar pessoas através de um pequeno espaço de câmera, olhar através e extrair o que cada ser tem de melhor e o que nem imagina ter. A satisfação que sinto em colocar meus dons através de minhas lentes é incrível. Eu amo o que eu faço e não sei como, mas quando menos percebo, eu deixei alguém mais feliz.

S.N. – O que é mais fácil de fotografar? E mais difícil?

CAROL – Mais fácil pessoas, qualquer tipo. Mais difícil Produto, no meu caso acredito que jóias e afins.

S.N. – Prefere trabalhos publicitários ou books pessoais?

CAROL – Gosto de ambos, cada um a sua maneira. A publicidade trás o glamour e permite a manifestação da criatividade, tanto da agência quanto do fotógrafo, além de um retorno financeiro. Já os books trazem uma satisfação pessoal. É sempre um prazer descobrir o brilho e a beleza de cada um através de todo o contexto de produção: luz, enquadramento, produção e um cérebro, rs.

S.N. – Qual foi seu ensaio mais marcante?

CAROL – Um grande ensaio que marcou minha carreira, ainda no início, foi o realizado com a modelo Rebecca Leão. Na época eu ainda trabalhava no estúdio do Brasilio e não tinha tanta noção técnica. Fizemos uma grande produção (virei maquiadora e figurinista, rs). Consegui deixá-la com diversos perfis. Como dizem por aí: “piramos” e o resultado foi muito bom.

Na publicidade eu citaria a produção de todo o material didático da Wise up (Wise up teens). Foi meu primeiro grande trabalho.

S.N. – Uma pessoa que sonha fotografar?

CAROL – Nossa, acho que várias. Mas como sou amante da fotografia de moda: Gisele Bündchen ou Grazi Massafera, que tem uma beleza incrível.

S.N. – Qual dica daria as pessoas que querem seguir a mesma carreira que a sua?

CAROL – O melhor fotógrafo ou profissional é aquele que segue o seu dom natural. Se você tem talento, vá em frente. Ser fotógrafo é um grande mérito, mas é preciso amar a profissão, pois como as demais, ela tem também suas dificuldades e desafios. Minha dica é que todos deveriam aprender a fotografar, mesmo que o objetivo não seja para fins lucrativos. A fotografia está envolvida em todo o nosso contexto de vida. Vale a pena para registrar, da melhor forma, os momentos importantes e as pessoas que fazem a diferença para nós.

“É sempre um prazer descobrir o brilho e a beleza de cada um através de todo o contexto de produção: luz, enquadramento, produção e um cérebro.” CAROLINA PESSOA

Eu adoro o trabalho dela, acho que ela consegue captar uns momentos lindos assim ou deixar qualquer pessoa muito sexy.

O site da Carol é: http://www.carolinapessoa.com/

Beijos

Thábata

Uma curitibana e típica pisciana que adora filmes, séries, cultura, viagens e tudo de mais incrível, curioso e diferente que o mundo tem para mostrar! Meu propósito de vida é deixar o mundo um lugar mais leve para que as pessoas possam se amar mais, rir mais, relaxar mais e buscar a felicidade! Sempre gostei de escrever e de poder compartilhar meus pensamentos com outras pessoas e encontrei nos meus textos e no meu blog o lugar perfeito para isto.

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.