Arquivo para abril, 2014

 

Quando digo belos, são bonitos mesmo. Estas são dez filmes que eu acho lindos, ou por sua fotografia, ou por sua história ou simplesmente por serem o tipo de filme que você assiste e diz: Uau!

Estes são os 10 filmes mais belos na minha opinião:

 

1. Um Bom Ano (A Good Year, 2006 – Ridley Scott)

Sinopse: Quando criança, Max Skinner (Russell Crowe) passava seus verões com seu tio Henry (Albert Finney) em seu vinhedo na França aprendendo a degustar vinhos. Hoje, adulto, Max trabalha muito e não tem tempo para nada, até que recebe a notícia de que Henry morreu, deixando-o como único herdeiro de seus negócios. Max viaja a França achando que vai lucrar assim que vender os bens de seu tio, mas suas lembranças vão tornando cada vez mais difícil se desfazer de tantas boas memórias.

Por que é um belo filme? Tem lindas vistas, a fotografia é fantástica e a história é um romance, não entre um homem e uma mulher, mas entre um homem e suas lembranças.

 

2. Questão de Tempo (About Time, 2013 – Richard Curtis)

Sinopse: Em seu aniversário de 21 anos, Tim (Domhnall Gleeson) descobre que todos os homens de sua família conseguem viajar no tempoo. Apesar de não acreditar no início, Tim se empolga ao descobrir que é tudo verdade e usa seus “poderes” para conseguir uma namorada. Com o passar do tempo, vive sua vida feliz, mas descobre que voltar ao passado pode trazer consequências inesperadas no futuro.

Por que é um belo filme? É aquele tipo de filme em que toda a vida do personagem passa e você acompanha os altos e baixos, é um filme que te traz felicidade e nos faz pensar em como a vida é frágil.

 

3. Intocáveis (Intouchables, 2012 – Eric Toledano e Olivier Nakache)

Sinopse: Um rico aristocrata chamado Philippe (Françoes Cluzet) acaba de sofrer um acidente e acaba ficando tetraplégico, para ajudá-lo, sua assistente decide procurar um homem que o auxilie em todas as suas tarefas diárias. Durante as entrevistas para o cargo, Philippe acaba conhecendo Driss (Omar Sy), um jovem cheio de problemas que não leva o menor jeito para o trabalho, mas que tem algo que chama sua atenção. Aos poucos Driss aprende sua função e apesar das muitas mancadas, acaba criando uma amizade sincera e profunda com o chefe, que faz com que o triste aristocrata aprenda a ver a vida de outra maneira.

Por que é um belo filme? Eu considero um dos melhores filmes de todos os tempos. O enredo é leve e encantador, a história da amizade que se cria durante o filme é fantástica, as atuações impecáveis fazem com que o filme te prenda na tela e esqueça que é todo em francês – o que seria um grande problema para mim.

 

4. A Vida é Bela (La Vitta E Bella, 1999 – Roberto Benigni)

Sinopse: O judeu Guido (Roberto Benigni) é um italiano vivendo sua vida durante a Segunda Guerra Mundial. Ele e seu filho Giosué são levados a um campo de concentração e ficam longe de sua esposa. Para proteger seu filho, Guido usa sua imaginação para fazer seu filho acreditar que tudo o que eles estão vivendo é uma grande brincadeira.

Por que é um belo filme? Você leu a descrição? Tem história mais encantadora do que esta?

 

5. Alguém Tem Que Ceder (Something´s Gotta Give, 2004 – Nancy Meyers)

Sinopse: Erica (Diane Keaton) é uma famosa escritora de peças que mora nos Hamptons  e recebe a visita de sua filha Marin (Amanda Peet) e seu novo namorado – um executivo do ramo da música com idade para ser seu pai, Harry Sanborn (Jack Nicholson). Lá Harry sofre um enfarto e acaba ficando sobre os cuidados de Erica e de seu novo médico Julian (Keanu Reeves), um médico local. Aos poucos Harry percebe que vem se interessando cada vez mais por Erica, mas tem que esconder seus sentimentos por não estar acostumado a se relacionar com mulheres de sua idade, e ainda tem que lutar pela atenção da nova amada com Julian, que também morre de amores pela escritora.

Por que é um belo filme? Por que ele mostra um lado gostoso da vida, a personagem interpretada por Diane Keaton é uma mulher no auge da sua menopausa, se sentindo velha e sozinha, mas com o passar da história vai percebendo que pode sim chamar a atenção dos homens e ser muito feliz.

 

6. Coração Valente (Brave Heart, 1995 – Mel Gibson)

Sinopse: William Wallace (Mel Gibson) é um escocês que conhece o amor de sua vida e vive em harmonia com o seu povo. No dia de sua noite de núpcias, soldados ingleses invadem sua vila e matam sua esposa. Para vingar a morte de seu amor, Wallace decide juntar seu povo e liderá-los em uma dura batalha contra o tirano Rei Edward I (Patrick McGoohan). Com a ajuda de seus grandes amigos Robert e Bruce, ele trava uma violenta guerra com o intuito de liberar a Escócia dos ingleses.

Por que é um belo filme? Ele mostra onde o amor de um homem pode chegar, é triste mas emociona pela bela atuação de Gibson em um dos melhores papéis de sua vida.

 

7. Encontro Marcado (Meet Joe Black, 1998 – Martin Brest)

Sinopse: William Bill Parrish (Anthony Hopkins) é um empresário multi milionário que esta prestes a completar 65 anos. Com duas filhas, ele vive uma vida agitada comandando seus negócios, até que um certo dia recebe a visita inesperada de Joe Black (Brad Pitt), a morte em pessoa, que veio buscá-lo pois sua hora chegou. Após um acordo, Bill recebe mais alguns dias de vida de vida em troca de ser o guia de Joe na Terra por algum tempo. O que acontece é que Joe acaba se apaixonando por Susan (Claire Forlani) , a filha mais nova e xodó de Bill.

Por que é um belo filme? É um romance diferente, tem muita coisa interessante nas entrelinhas. É como se a morte, interpretada por Brad Pitt, fosse uma criança aprendendo a viver de uma maneira meiga e inocente.

 

8. Um Sonho Possível (The Blind Side, 2009 – John Lee Hancock)

Sinopse: Michael Oher (Quinton Aaron) era um jovem negro, filho de uma viciada e que não tinha onde morar. Um dia ele é avistado pela família da insistente Leigh Anne Tuohy (Sandra Bullock) quando se dirigia ao estádio da escola para dormir longe da chuva, e Leigh Anne o convida para passar a noite em sua casa. Com isso, Michael acaba ganhando uma nova família e se torna um astro do futebol americano.

Por que é um belo filme? É uma história de força, com atuações impecáveis. O filme é bom para entendermos como outras pessoas podem mudar nossas vidas, só depende de nós mesmos.

 

9. Diário de uma Paixão (The Notebook, 2004 – Nick Cassavetes)

Sinopse: Duke é um idoso que vive em uma clínica geriátrica, todos os dias ele lê uma história para uma das internas também hospedadas na clínica. A história é o romance de Allie e Noah (Rachel McAdams e Ryan Gosling), dois jovens nos anos 40 que se conhecem em um parque de diversões, apaixonados eles vivem um conturbado e intenso romance, até os pais dela separarem os dois por Noah ser um jovem simples. Durante o tempo que passam separados continuam apaixonados, mas a mãe de Allie intercepta as cartas de um ao outro, fazendo com que ambos pensem que foram esquecidos. Após 7 anos, Allie retorna a cidade onde conheceu Noah, mas já esta noiva de outro homem, o rico e atraente Lon Hammond Jr. (James Marsden). O reencontro entre Allie e Noeh é intenso, e ela agora precisa decidir se fica com o amor da sua vida, ou com seu adorado noivo.

Por que é um belo filme? Por que ele não acaba onde acaba a sinopse, é uma das maiores e mais belas histórias de amor que já ouvi falar. Se você ainda não assistiu, assista.

 

10. Forrest Gump – O Contador de Histórias (Forrest Gump, 1994 – Robert Zemeckis)

Sinopse: Forrest Gump (Tom Hanks) é um rapaz com QI a baixo da média e muito boas intenções. Durante o filme, Gump conta toda sua vida a pessoas que passam por um determinado local, e por acaso, durante toda sua vida, ele passa por momentos muito importantes da história dos Estados Unidos, sempre indo atrás de seu grande amor, Jenny Curran (Robin Wright).

Por que é um belo filme? Eu relutei um pouco para colocar este filme na lista, mas realmente o adoro. É um drama emocionante com um toque de comédia. Não é o tipo de filme que você vai se identificar com o protagonista, como a maioria desta lista, mas é um filme inteligente e profundo, com uma linda história.

 

O que acharam?

Beijos

Thábata

 

 

Com a nova temporada do aclamado seriado Game of Thrones saindo do forno, resolvi pesquisar um pouco mais sobre ele e encontrei algumas curiosidades bem legais. Como são muitos personagens, achei que seria uma boa ideia colocar foto de todas as curiosidades.

Para quem não conhece o seriado, eu fiz um post contando sobre ele AQUI .

 

– A atriz que interpreta Sansa Stark (Sophie Turner) adotou o cachorro que ela ganha na primeira temporada.

– O ator que interpreta o cego Maester Aemon, é realmente cego na vida real.

– Em 2012 mais de 150 bebês receberam o nome de Khaleesi.

– O coração de cavalo que Daenerys come por Khol Drogo era feito de yummy.

– O episódio piloto da série nunca foi ao ar.

– Oona Chaplin, a atriz que interpreta a esposa de Robert Stark é neta de Charlie Chaplin.

– E Alfie Allen, que interpreta Theon Greyjoy, é irmão da cantora Lily Allen.

– Assim que o primeiro episódio da série foi ao ar, o autor George R.R. Martin enviou uma carta para Jack Gleeson, o Joffrey, dizendo “Parabéns, todos te odeiam”.

– Peter Dinklage, o Tyrion Lannister, é vegetariano. Toda a carne que ele come em cena é de mentira.

– Os produtores do seriado pediram aos atores para não ler os livros por medo de prejudicar a atuação deles caso eles saibam o que acontece com seus personagens no futuro.

– O ator que interpreta Jojen Reed de 13 anos, tem na verdade 23.

– É o primeiro papel da vida de Maisie Williams, que interpreta Arya – e eu acho ela sensacional!

– O idioma Dothraki foi criado somente para o seriado, e contém mais de 3 mil palavras.

– Emilia Clarke, que interpreta a linda Daenerys é naturalmente morena, e ela usa uma peruca no seriado.

 

– George R.R. Martin revelou o final da série de livros ao produtor do seriado D.B. Weiss caso ele morra antes de terminá-los.

 

Beijos

Thábata

 

 

 

Muitas músicas que ouvimos nos lembram de alguém, de algum momento, trazem alguma memória. Quando reparamos em algumas letras, as vezes pensamos em alguma pessoa. Uma coisa que nunca havia parado para pensar é o que os cantores/compositores de algumas músicas pensaram e no que eles se inspiraram quando escreveram suas letras. Resolvi trazer algumas curiosidades sobre músicas famosas antes delas se tornarem famosas, algumas chegam a ser bem surpreendentes.

 

– “Like a Virgin” de Madonna fala sobre um cara que está se recuperando do fim de um relacionamento.

– “Angel”, a linda música de Cidade dos Anjos de Sarah McLachlan é sobre o vício em heroína.

– “Lucy in the Sky with Diamonds” não é sobre uma “viagem” de LSD e sim sobre um desenho que o filho de John Lennon fez para ele.

– “I Shot the Sheriff”, de Bob Marley, é sobre controle de natalidade. Dizem por ai que Bob Marley não queria que sua namorada tomasse pílulas anticoncepcionais, quem prescrevia as pílulas para ela era o xerife, que também era médico.

– “1999”, de Prince, é sobre guerra nuclear.

– “Since U Been Gone” foi rejeitada por Pink e Hilary Duff antes de ser gravada por Kelly Clarkson.

– A gostosa música de Justin Timberlake “Rock Your Body”, foi composta por Pharrell para o último disco de Michael Jackson, Invincible.

– A música “I Don’t Want to Miss a Thing” do Aerosmith, foi originalmente composta para Celine Dion.

– “Slide” do The Goo Goo Dolls fala sobre aborto.

– O mais famoso single de Britney Spears, “Baby One More Time”, foi recusada pelo TLC.

– quem compôs “Bleeding Love”, de Leona Lewis foi Jesse McCartney.

– E quem compôs “Fuck You” de CeeLo Green foi Bruno Mars.

– Já Umbrella, canção que lançou Rihanna, foi composta para Britney.

– Outras canções de Britney também foram oferecidas para outras cantoras, “Toxic” foi composta para Kylie Minogue e “I´m a Slave For You” para Janet Jackson.

– “Summer of 69”, de Bryan Adams fala sobre o 69, sim, a posição sexual. (oi?)

– “Take a Bow”, de Madonna, é sobre Sean Penn, seu ex marido.

– A famosa canção “Sweet Child of Mine” dos Guns N´Roses foi composta em 5 minutos.

– “Closing Time”, do Semisonic, não é sobre um bar fechando, e sim sobre o nascimento do filho do vocalista da banda.

– “Only the Good Die Young”, de Billy Joel, é sobre um homem tentando convencer uma virgem a dormir com ele.

– “Uptown Girl”, também de Billy Joel, é sobre Elle Macpherson, sua namorada na época.

– “Hey Ya”, do Outkast fala de um homem preso em um relacionamento sem amor.

 

Curioso né?

Beijos

Thábata